Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/05/18 às 10h41 - Atualizado em 29/10/18 às 17h28

Experiência sobre o fechamento do lixão de Brasília é apresentada em Pernambuco

LUANA LEMES

 

A diretora-presidente do SLU, Kátia Campos, foi convida pela Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade (CMAS) da Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), para falar sobre a experiência de Brasília em fechar o segundo maior lixão do mundo. A palestra aconteceu na última segunda-feira (7), no auditório Senador Sérgio Guerra, na ALEPE.

 

Kátia Campos falou sobre os desafios enfrentados para o fechamento do “lixão da Estrutural” e o envolvimento de 17 órgãos do Governo de Brasília para a inclusão socioeconômica dos catadores.  “O elemento principal para termos conseguido fazer a transição foi a vontade política, porque não é fácil”, destacou Kátia.

 

O presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputado Zé Maurício (PP), também comentou a importância da participação do SLU neste encontro para demonstrar que, com trabalho e boa vontade, Pernambuco também pode avançar. “É importante ouvir as experiências que deram certo, como em Brasília, para que possamos avançar. Já existe a lei, agora precisamos colocar a iniciativa em prática”, observou.

 

Participaram da audiência os representantes da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes Nacional), que idealizou o debate junto com a Comissão de Meio Ambiente, do Grupo de Resíduos Sólidos da Universidade Federal de Pernambuco, da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), do TCE-PE e, também, do Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável, que elogiou muito a atuação do SLU no trato com os catadores de Brasília.

 

Compromisso por Brasília

 

Enquanto Kátia Campos palestrava em Pernambuco, o grupo de trabalho “Compromisso por Brasília” fez a segunda visita técnica nas unidades do SLU. A comitiva se surpreendeu com as mudanças realizadas desde a última visita, em setembro do ano passado.

 

“Vimos que o Aterro Sanitário está bem gerenciado, não há odor no local e já iniciou a queima de gases que, no ano passado, ainda não tinha. Vamos detalhar nossas impressões no relatório”, disse Gabriela Otero coordenadora técnica da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

 

O grupo de trabalho “Compromisso por Brasília” é comporto por:

 

– Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES

– Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental – AIDIS

– Associação dos Serviços Municipais de Saneamento – ASSEMAE

– Mulheres em Trabalhos Informais: globalizando e organizando – WIEGO

– Associação Internacional de Resíduos Sólidos – ISWA

– Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – Abrelpe

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153