Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/06/15 às 14h05 - Atualizado em 29/10/18 às 17h26

Projeto do SLU reúne prefeitos da Asa Norte e Asa Sul

Reuniões propõem transformar bota-fora em pontos de convivência

(Brasília, 22/6/2015) – A última reunião do projeto De Olho na Coleta, ocorreu em 18 de junho, na Administração Regional do Plano Piloto. Entre os presentes estavam a diretora-geral do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Kátia Campos, servidores, além da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis). O encontro contou com a participação do administrador Regional, Igor Tokarski, e prefeitos de quadras da Asa Norte e Sul. Os pontos principais discutidos foram a fiscalização dos dias e horários da coleta convencional em cada região, além do descarte irregular de resíduos em áreas públicas .

A Agefis identificou, em todo o DF, quase mil pontos que se caracterizam pelo descarte irregular de resíduos, conhecidos como bota-fora. Para tentar solucionar esse problema, o SLU busca envolver as Administrações Regionais e discutir com os líderes comunitários o que pode ser feito na área para evitar o acúmulo de lixo.

O administrador Regional do Plano Piloto, Igor Tokarski, elogiou a iniciativa do SLU e ressaltou a importância do projeto para a Administração Regional. “É válido termos um levantamento dessas áreas críticas e envolver os prefeitos de quadra, para que possamos dar segmento ao trabalho que o SLU e a Agefis desenvolvem, com o objetivo de melhorar as condições da nossa região. Estamos no caminho certo. Creio que chegaremos ao resultado que esperamos”, concluiu.

A diretora-geral do SLU ressaltou que conta com a ajuda das prefeituras das quadras e outros órgãos do governo para transformar os pontos sujos em pontos de convivência comunitária.

Exemplo a ser seguido

Com a iniciativa dos moradores, a Quadra 307 da Asa Sul transformou um destes pontos de descarte em um jardim suspenso. A prefeita da quadra, Fátima Sousa, contou que as pessoas despejavam diversos tipos de resíduos bem na entrada do local. A solução veio de um modelo visto na internet. “Enquanto fazíamos o jardim, colocamos algumas placas de proibição como ‘não jogue lixo aqui’. Com isso, as pessoas pararam de jogar”, contou. A moradora disse ainda que as pessoas gostam do espaço e ajudam a cuidar dele. Devido à boa recepção da ideia, os moradores se mobilizaram e construíram outro jardim atrás da quadra, virado para a W2.

Para a diretora-geral do SLU, Kátia Campos, o contato com a população é uma oportunidade de ouvir sugestões e aprimorar os serviços prestados. “O SLU tem procurado trabalhar da forma mais transparente e democrática ao ouvir a população, por meio de suas lideranças, a fim de melhorar nossa Ouvidoria e, principalmente, a qualidade dos nossos serviços”, esclareceu. Ela enfatizou a ajuda das lideranças na fiscalização do cronograma da coleta convencional e a transformação do bota-fora em um espaço de convivência comunitária, elogiando o exemplo da 307 Sul.

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153