Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/10/16 às 17h26 - Atualizado em 29/10/18 às 17h26

Recuperação de escolas e doação de telhas são prioridade em Samambaia

Em reunião na manhã desta sexta-feira (21) na região administrativa, o governador Rodrigo Rollemberg e a equipe de secretários definiram os próximos passos da força-tarefa após temporal que atingiu cerca de mil edificações

A prioridade do governo de Brasília na manhã desta sexta-feira (21) em relação às pessoas atingidas pelo temporal em Samambaia na madrugada de quarta (19) para quinta (20) é a distribuição de telhas e de cestas básicas para as famílias em situação de vulnerabilidade social. Mais de mil edificações tiveram avarias em decorrência da forte chuva. Além disso, a recuperação estrutural das 17 escolas danificadas na região começou a ser feita. “O objetivo é que voltem a funcionar no início da semana que vem”, disse o governador Rodrigo Rollemberg.

O chefe do Executivo voltou à região na manhã de hoje para definir com a equipe de secretários de Estado os próximos passos da força-tarefa que atua desde quarta-feira para atender a população. “Ficaremos aqui enquanto a comunidade precisar e a vida voltar ao normal”, disse. A reunião ocorreu na Creche Ipê Roxo, na Quadra 115. Após o encontro, o governador percorreu algumas quadras da região para acompanhar o trabalho de recuperação dos estragos provocados pela chuva. Ele visitou casas e conversou com moradores. Cinco equipes da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil percorrem as áreas atingidas.

Para a reconstrução das casas, a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos ofereceu 5 mil telhas. O governo distribuirá também 1.060 cestas básicas.

As pessoas que tiveram o telhado destruído estão sendo cadastradas pela área social do governo de Brasília. Materiais que estavam no estoque de órgãos do governo serão entregues a famílias que não têm condições financeiras de reconstruir suas casas. “Pedimos a compreensão de todos porque daremos prioridade a quem precisa. Também contamos com a colaboração da população que possa doar materiais para os moradores de Samambaia”, disse Rollemberg. A força-tarefa conta com cerca de 500 servidores de diversos órgãos do DF e está sendo coordenada pela Secretaria das Cidades. A luz da região foi retomada desde o início da manhã de hoje. Cento e trinta funcionários da Companhia Energética de Brasília (CEB), divididos em 46 equipes, trabalham 24 horas por dia em Samambaia.

Cinco pessoas ficaram feridas sem grande gravidade após o temporal. Foi registrada uma vítima fatal. O vigilante Carlos Henrique Ramos Freitas, de 32 anos, foi atingido por um muro que desabou e sofreu múltiplos traumas. Ele foi encaminhado ao Hospital Regional de Ceilândia, onde foi atendido e estabilizado. No entanto, não resistiu e morreu no início da madrugada desta sexta-feira. A Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos vai custear o funeral de Carlos Henrique. “Lamentamos profundamente a perda dessa família e prestamos aqui a nossa solidariedade”, disse o secretário das Cidades, Marcos Dantas.

Doações para a população atingida
A Administração Regional de Samambaia organizou campanha de doação de materiais de construção. A entrega de donativos de empresários deve ser feita no ginásio de esportes, no Setor Urbano, Quadra 301, em frente à administração regional. Cidadãos comuns que tenham sobras de materiais também podem participar. Servidores da área social do governo farão a triagem e a distribuição de acordo com as necessidades de cada morador. Há dois endereços como referência para quem quiser levar doações às famílias necessitadas: a Coordenação Regional de Ensino de Samambaia (Quadra 104, Conjunto 5, Samambaia Sul) e a Igreja Nossa Senhora das Graças (Quadra 431, Conjunto B, Samambaia Norte).

Atuação do governo em Samambaia nesta sexta-feira
Das 17 escolas danificadas pelo vento e pela chuva, algumas já estão liberadas para os alunos, pois tiveram problemas menores, como falta de luz, que já foram resolvidos pela força-tarefa do governo. As atenções para as escolas das Quadras 511, 111 e 317 estão reforçadas pois essas unidades foram saqueadas depois da destruição. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) atua na recuperação das estruturas em conjunto com as empresas de manutenção que têm contrato de manutenção com a Secretaria de Educação. Recursos do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) estão sendo utilizados para comprar material.

A base no Serviço Móvel de Urgências (Samu), em Samambaia, também está recebendo reparos após ter as telhas arrancadas pelo vento forte. A unidade de pronto-atendimento da região estará com reforço de equipe no fim de semana. A UPA do Recanto das Emas e o Hospital Regional de Samambaia darão apoio aos pacientes, caso necessário.
Duzentos e quarenta garis do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recolhem os entulhos de toda a região com o auxílio de 15 caminhões caçamba e duas pás carregadeiras.

O governador Rollemberg visitou casas e conversou com moradores. “A maioria precisa de telhas, foi o que mais me pediram”, constatou. Ele também esteve no Caic de Samambaia, onde equipes retiravam entulho; na Casa Azul Felipe Augusto; nas escolas classe 317, 111 e 425; e no Centro de Ensino Fundamental 619 (atingido pela queda de uma árvore). A Novacap atua com 13 equipes de poda de árvores, 295 trabalhadores e 90 equipamentos.

EDIÇÃO: PAULA OLIVEIRA

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153