Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/08/21 às 16h30 - Atualizado em 30/08/21 às 16h30

Limpeza urbana ao alcance das mãos

27 de agosto é o Dia Mundial da Limpeza Urbana. A data é oportuna para lembrar que ambiente limpo é sinônimo de saúde

AGÊNCIA BRASÍLIA

 

Quem procura um local para jogar uma embalagem usada não tem dúvidas de que precisa de uma lixeira. E quando a intenção é se livrar de um móvel velho? Ou do resto de material de construção? Você sabe quais são os equipamentos públicos destinados ao recolhimento do lixo?

Então, conheça melhor os utensílios instalados pelo Governo do Distrito Federal (GDF), por meio do Serviço de Limpeza Urbana (SLU). E lembre-se que cada tipo de resíduo tem o seu lugar certo para descarte. Vamos conhecê-los.

 

Papeleiras

As papeleiras são as lixeiras menores, mais compactas e discretas. Podem até parecer frágeis, mas são bem resistentes. Elas têm capacidade para receber até 50 kg e um volume de 50 litros.

Ideais para ficar em lugares de grande circulação de pessoas, as papeleiras são equipamentos que devem estar praticamente “à mão” das pessoas, quando elas precisam descartar alguma coisa inútil.

 

 

Por isso mesmo, a atenção do SLU se concentra nos parques, quadras esportivas, Pontos de Encontros Comunitários (PECs), rodoviárias e proximidades de paradas de ônibus, entre outros pontos, para a instalação das papeleiras.

 

Papa-lixo

Os papa-lixos, ou lixeiras semienterradas, se parecem com um contêiner, sendo que a parte em que os resíduos ficam alojados estará enterrada. O usuário abre a gaveta na parte externa do contêiner e despeja o lixo. Mas, atenção: nesse tipo de equipamento, somente é permitido despejar o lixo domiciliar.

 

 

Esse tipo de recipiente é instalado em localidades mais distantes dos centros urbanos ou em áreas rurais, onde é mais difícil o acesso de caminhão de lixo.

Uma das vantagens do papa-lixo é que a sua utilização pela população evita que o lixo se espalhe a céu aberto. Como o recipiente é fechado, os resíduos ficam armazenados de forma segura, o que evita a ação de animais e a proliferação de vetores de doenças. Além disso, esse tipo de depósito não deixa escapar os odores.

Ao instalar um papa-lixo, o SLU realiza um trabalho de paisagismo no local. A intervenção contribui para modificar o cenário de área degradada, ajudando também a melhorar a autoestima das pessoas que vivem em localidades carentes de infraestrutura.

 

Papa-reciclável

Já os papa-recicláveis são contêineres de superfície, destinados à coleta de materiais recicláveis, como papel, papelão, plástico e isopor, entre outros, com exceção de vidro.

 

 

Esses equipamentos têm capacidade de armazenar 2,50 m³. A abertura fica mais alta, a fim de impedir (ou dificultar) a ação de animais ou mesmo de pessoas não autorizadas

 

Papa-Entulho

Móveis velhos, sobras de construção civil, restos de podas, entulhos, óleo de cozinha usado e outros materiais inservíveis, exceto eletrônicos e eletrodomésticos, devem ser descartados nos papa-entulhos.

O SLU separa os móveis que ainda têm condições de uso. Eles são doados para entidades assistenciais cadastradas. O restante do material é encaminhado para a Unidade de Recebimento de Entulho (URE).

 

Separação de resíduos

Um morador de Brasília produz em média 0,74 kg de lixo por dia, o que equivale a cerca de 270 kg de lixo por ano. Então, não custa lembrar sobre a importância da separação dos resíduos. É uma questão de educação e de consciência ambiental.

O ideal é que o comportamento se torne um hábito, trazendo, assim, higiene, limpeza, saúde, geração de renda para os catadores de recicláveis e qualidade de vida para a população, em geral.

Para separar os resíduos, deve-se usar duas lixeiras, uma para o acondicionamento de material seco reciclável, e a outra para a colocação de orgânicos e rejeitos. No recipiente destinado aos recicláveis secos serão colocados plástico, isopor, metal, embalagem longa vida, papéis e papelão.

No outro recipiente deve-se colocar os resíduos orgânicos: restos de comida, filtros de café, saquinhos de chá, papéis engordurados, guardanapos usados ou papéis molhados, lixo de banheiro, fezes de animais e folhas de plantas, além de pequenas quantidades de madeira.

 

Investimentos

Para melhorar cada vez mais o serviço de limpeza no DF, o GDF tem feito investimentos no setor. De acordo com o diretor-presidente do SLU, Sílvio Vieira, nessa gestão já foram instaladas mais de 8 mil lixeiras, mais de 200 papa-recicláveis e 288 papa-lixos. “Além disso, temos 12 papa-entulhos, sendo que dois deles foram inaugurados neste ano”, completa.

SLU - Governo do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal

Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal SCS Quadra 08 Bloco “B50” 6º andar Edifício Venâncio 2000 - CEP: 70.333-900 Telefone: (61) 3213-0153